Segunda-Feira , 20 Novembro 2017

 

Após cinco dias de missão na capital baiana, membros do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) estiveram presentes com o prefeito ACM Neto, em reunião realizada nesta sexta-feira (11), no Palácio Thomé de Souza. A intenção foi mostrar os resultados da missão de preparação do Programa de Requalificação Urbana de Salvador (Proquali), que possibilitará a realização de diversos projetos importantes na área de infraestrutura na cidade.

 

O empréstimo do CAF, de até US$60,7 milhões, foi autorizado pela Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex) do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG). O comunicado foi publicado no Diário Oficial da União (DOU). Com contrapartida de igual valor pela Prefeitura, o Proquali totaliza investimentos de US$121,4 milhões (cerca de R$385 milhões).

 

“Este é mais um importante financiamento a ser obtido pela Prefeitura, fruto das ações de organização das contas realizadas desde 2013. O esforço valeu a pena pois, depois de ter a casa arrumada, Salvador volta a ter capacidade de receber aportes nacionais e internacionais. Isso representa mais obras e ações de requalificação da cidade, principalmente na área de infraestrutura, que vão melhorar ainda mais a qualidade de vida da população”, avaliou o prefeito ACM Neto.

 

Também estiveram presentes na reunião os secretários Luiz Carreira (Casa Civil) e Cláudio Tinoco (Cultura e Turismo), além do coordenador do Proquali, Érico Mendonça, e técnicos municipais.

 

Missão – A missão preparatória do Proquali é um requisito técnico necessário para a futura assinatura do contrato que formaliza o empréstimo. “A partir de agora, a Prefeitura tem um prazo de 30 dias para atender às recomendações do CAF, como ajustes nos projetos e apresentação de documentação. Com tudo isso enviado ao banco, a intenção é de que a instituição internacional apresente a resposta em outubro. A nossa meta é de que o empréstimo seja assinado ainda este ano”, explicou o coordenador do Proquali, Érico Mendonça.

 

Ele ressaltou ainda que a avaliação da comitiva do CAF foi bastante positiva com relação à aplicação do investimento no Proquali. Dentre os projetos estão a requalificação da área do Paraguari, o Plano Municipal de Saneamento Básico, o Plano Diretor de Tecnologia (Salvador Inteligente) e a implantação do Museu da Música Brasileira.

 

Serão contemplados também os projetos de requalificação da Orla no trecho de Amaralina e a recuperação urbanística e ambiental no trecho do Farol de Itapuã, a requalificação urbanística da Praça Cairu, a requalificação da Praça da Igreja do Bomfim e da Base da Colina, e a requalificação urbanística do Corredor da Fé (percurso da caminhada do Bonfim).

 

Desde a segunda-feira (7), as equipes do CAF e da Prefeitura já visitaram os equipamentos da cidade que podem ser contemplados pelos projetos urbanísticos com a formalização do empréstimo. Os trabalhos foram finalizados nesta sexta-feira (11), com os primeiros ajustes dos projetos para atender às solicitações do CAF.